Banco Mundial (Construção e Reabilitação de Escolas Secundárias)
Sessenta milhões de dólares foi o valor desembolsado pelo Banco Mundial (BM) para financiar o projecto de construção e reabilitação de Escolas Secundárias e outras infra-estruturas, do sector de Educação e Cultura em Moçambique.O Projecto incluia duas componentes nomeadamente reabilitação de seis (6) Escolas Secundárias Escola Sec. de Mahlazine, Esc. Sec. de Zona Verde e a Esc. Sec. da Matola em Maputo, Esc. Sec. de Chibuto em Gaza, Esc. Sec. da Manga em Sofala e a Esc. Secundária Samora Machel em Manica e a segunda componente a construção de 6 scolas Secundárias, 3 internatos, 38 casas para professores sendo na províncias de Cabo Delgado a Esc. Sec. da Mocímboa da Praia, Nampula Esc. Sec. de Muhatala, em Manica Esc. Sec. de Catandica , em Inhambane Esc. Sec. de Inhambane e Vilanculos e em Maputo Esc. Sec. de Zimpeto.
 
As obras de começaram em 2004 tendo sido finalizado em 2006, contudo so duas Obras é que iniciaram em 2003 e quatro terminaram em 2005, num total de 12 escolas.
 
O projecto incluiu o apetrechamento de mobiliário escolar, equipamento informático, laboratório e material básico para as 12 Escolas. As carteiras e o mobiliário do bloco administrativo já foram fornecidos incluindo o equipamento de laboratório.
 
As obras de reabilitação da Matola, Mahlazine, Manga e Samora Machel, registaram atrasos de de 17 meses. Estes atrasos prendem-se por razõesrelacionados com fraca capacidade de gestão das obras e dos meios humanos por parte dos empreiteiros e demora no pagamento dos 10% do valor da contra parte Moçambicana.